Mês: julho 2017

A Fábula da Vida

Nesta época, gosto de tratar da vida. Dou a roupa que não uso mais, livros que não pretendo reler, envio caixas para bibliotecas  ou abandono um volume em um shopping ou café, com uma mensagem: “Leia e passe para frente!”. Tento avaliar meus atos através de uma perspectiva maior. Penso na história dos Três Porquinhos, cada um construiu sua casa. Duas, o Lobo derrubou facilmente; Mas a terceira resistiu porque era sólida. Em minha opinião, contos infantis possuem grande sabedoria, além da história propriamente dita. Gosto desse especialmente. Imagino que a vida de cada um seja semelhante a uma casa: frágil ou...

Leia mais

Solidão Contente

Solidão contente ou, o que as mulheres fazem quando estão com elas mesmas… Ontem eu levei uma bronca da minha prima. Como leitora regular desta coluna, ela se queixou, docemente, de que eu às vezes escrevo sobre “solidão feminina” com alguma incompreensão. Ao ler o que eu escrevo, ela disse, as pessoas podem ter a impressão de que as mulheres sozinhas estão todas desesperadas – e não é assim. Muitas mulheres estão sozinhas e estão bem. Escolhem ficar assim, mesmo tendo alternativas. Saem com um sujeito lá e outro aqui, mas acham que nenhum deles cabe na vida delas....

Leia mais

A Incrível Geração De Mulheres Que Foi Criada Para Ser Tudo O Que Um Homem NÃO Quer

Às vezes me flagro imaginando um homem hipotético que descreva assim a mulher dos seus sonhos: “ -Ela tem que trabalhar e estudar muito, ter uma caixa de e-mails sempre lotada. Os pés devem ter calos e bolhas porque ela anda muito com sapatos de salto, pra lá e pra cá. -Ela deve ser independente e fazer o que ela bem entende com o próprio salário: comprar uma bolsa cara, doar para um projeto social, fazer uma viagem sozinha pelo leste europeu. -Precisa dirigir bem e entender de imposto de renda. Cozinhar? Não precisa! Tem um certo charme em...

Leia mais

Não vim ao mundo para ser mãe de quem devia ser parceiro

Não que eu tenha nada a ver com a vida de Mozão e Mozinha nem queira me meter no café que Buzunguinha faz pra Buzungão, todo dia de manhã. Cada casal tem seus códigos, hábitos, carinhos, infernos e costumes particulares. Tenho nada com isso não. Mas o que mais se lê nos grupos de mulheres (que abundam nas redes sociais), é esposa reclamando que não aguenta mais cuidar de marido como se fosse filho. Isso, dito de diversas maneiras. Muitas vezes, em posts anônimos. Outras, com um misto de saco cheio e culpa. Fato é que a figura do...

Leia mais

As vantagens de ter 40 anos (ou mais)

Eu nunca trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa, minha amada família por menos cabelo branco ou uma barriga mais lisa. Enquanto fui envelhecendo tornei-me mais amável para mim e menos crítico de mim mesmo. Eu me tornei meu próprio amigo. Eu não me censuro por comer biscoito extra, ou por não fazer a minha cama, ou pela compra de algo bobo que eu não precisava. Eu tenho o direito de ser desarrumado, de ser extravagante. Vi muitos amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento. Quem vai me...

Leia mais
  • 1
  • 2