Empoderar-se é tomar as rédeas da própria existência conhecendo o seu poder pessoal e profissional e usá-lo a favor da sua felicidade. É não abrir mão da sua liberdade de fazer escolhas baseado nas suas crenças observadas por um filtro livre da opinião alheia.

Nossas escolhas definem quem nós somos. Nossas atitudes determinam nossa altitude. O limite que podemos alcançar deve ser escolhido por nós e não pré-estabelecidos por quem acredita em dar conselhos furados sem total conhecimento do que realmente nos faz feliz.

Me pergunto: Por que algumas pessoas se contentam com tão pouco? Em contrapartida, por que outras pessoas conseguem absolutamente tudo que querem? O que diferencia as pessoas de muito sucesso das fracassadas? O filtro pelo qual percebemos o mundo seria a melhor resposta para essas questões. Algumas pessoas enxergam possibilidades e descobrem sempre novos caminhos por adotarem uma atitude positiva diante da vida.

Focar em si próprio e como construir um caminho de sucesso é o primeiro passo para obter poder de escolha diante da vida. Mas não depender dos outros para fazer escolhas, requer batalhar principalmente pela independência financeira, sem isso você é refém de quem quer que seja, que mesmo inconsciente, estará em posição de superioridade sobre você.

Regras só servem para colocar certa ordem no ambiente, mas jamais para determinar nossas escolhas. Quem sabe da sua vida é você e ninguém está dentro do seu cérebro 24 horas por dia para saber os motivos que te levam à tomada de decisões, logo, ninguém tem o poder de colocar suas crenças em cima das decisões dos outros. Um conselho não passa de um mero conselho para provocar reflexão. A decisão final pertence a uma única pessoa, você.

Nós fomos condicionadas a acreditar que há um caminho a ser seguido baseado nas crenças de nossos pais, professores, líderes religiosos e todas as pessoas que transmitiam credibilidade que atravessaram o nosso caminho. Mas nem todo mundo tem certeza das suas certezas e a vida vai ensinando que novos caminhos podem ser muito melhores do que a trilha seguida.

Li por aí uma frase que resume bem o que estou dizendo: “Pensar com a própria cabeça em um mundo que ensina as mulheres a olhar ao redor para descobrir a opinião dos outros, não é tarefa fácil. É preciso assumir uma busca constante pelo próprio desejo em vez de responder sempre as expectativas externas”

Empoderamento. Estabelecer as próprias regras sentindo-se confiante, leve, entusiasmada com a própria vida, senhora do seu destino, e como consequência conseguir um elevado nível de satisfação consigo mesma. Posso garantir que liberdade não tem preço que pague. E a vida é muito curta para entregar o direito de fazer escolhas nas mãos de alguém que não seja você mesma. Crie a sua realidade. Você pode muito mais. Resta saber se quem decide é você ou o seu papel no mundo é ser marionete na vida de alguém.

 

Renata Miranda