No começo, ele é divertido, boa praça, bom papo e adora brincar com a palavra para dizer algo carinhoso. O efeito disso tudo? Uma primeira impressão ótima na mulher, um encantamento rápido e imediato sobre ele que pode produzir uma paixão em pouco tempo. Aos poucos, ele evita falar de paixão, diz que tem medo de se apaixonar e um ‘eu te amo’ da boca dele é algo raro.

Pronto: você se apaixonou por um legítimo cafajeste! O cafajeste não é um lobo mau como se pensa, mas uma pessoa que gosta de viver intensamente aquilo que quer. Esse comportamento intenso implica numa verdade superficial em relação às atitudes que engana os olhos de quem vê.

Mas não há uma característica inicial que possa diferenciar um cara legal do cafajeste. Caso contrário, nenhuma mulher cairia no ‘conto do vigário’. O cafajeste será percebido no médio e longo prazo, pois ele será mais ausente, vazio nas promessas, oscilando nas atitudes e sendo bem raso naquilo que faz.

Um perfil de mulher que costuma ser alvo dos homens cafajestes é aquela que se imagina sendo capaz de mudar o jeito de outra pessoa. Tem também a mulher ingênua e carente que acredita em tudo sem notar as contradições e prefere embarcar numa história duvidosa entrando de cabeça sem se assegurar do rumo que o falso relacionamento está tomando.

O tipo cafajeste sabe mexer com a vaidade de uma mulher e dizer o romantismo no pé do ouvido que ela irá se derreter. Ele sabe que, se a promessa for grande, a mulher cairá, pois vai se sentir como uma sortuda e privilegiada. Esse perfil pode ser equivalente ao de um ‘estelionatário do coração’ porque vai querer extrair algo e dificilmente prometer o que cumprir.

As mulheres gostam da leveza, do desprendimento e da desenvoltura sexual do cara cafajeste, que só pensa nele. Se um cara que está disposto a se comprometer conseguisse ter essa postura também conseguiria conquistar o coração da garota. Mas, normalmente, os homens que se dispõem a namorar se revestem de um jeito pesado, metódico e sério como se isso fosse sinal de maturidade. Maturidade tem a ver com comprometimento, mas não com rigidez.

Como saber, então, se o cara está de fato comprometido com o namoro e você? Ele está fisicamente e emocionalmente presente quando está com a mulher. Você nota a consistência entre o que e dito e o que é feito ao longo do tempo. Além do mais, as escolhas feitas pelo cara comprometido é que ele pensará no bem-estar do casal e não apenas nos interesses dele.

Tempo: ele passa menos tempo com você do que o desejável

No quesito tempo e longevidade, o cafajeste tem nota zero do ponto de vista quantitativo e qualitativo. Ele passa menos tempo com você do que o desejável. Normalmente é inconstante, aparece com horários impróprios, impõe o ritmo e a deixa refém de aparições fantasmagóricas. Você nunca sabe quando nem como ele volta. Estar ao seu lado parece uma britadeira social, ele nunca para nem se concentra em você, atende telefone para todo mundo, mexe no celular, combina mil baladas, passeios e viagens em que raramente você está incluída. Ele é disperso e parece que tem sempre uma pressa chata depois da transa.

Homem de verdade sabe organizar a agenda para que você tenha ampla participação

A maneira de se aproximar e permanecer por perto faz toda a diferença. Sabe priorizar os momentos a dois sem deixar nada nem ninguém atrapalhar aqueles instantes sagrados. Sabe organizar sua agenda para que você tenha ampla participação e não fique em décimo plano depois da família, dos amigos, do trabalho ou do cachorro.

Constância: com ele, é uma eterna relação de altos e baixos

Nada mais angustiante do que estar num relacionamento de altos e baixos que parece carteira de universitário – você nunca sabe se vai encontrar uma coisa lá dentro. Os cafajestes fazem você ter essa sensação de surpresa nociva o tempo todo, e quando você acha que não pode ser pior, piora. Cada nova descoberta daquele sujeito é uma catástrofe que a faz ficar mais submetida a coisas ruins até deixar sua autoestima no pé.

Homem de verdade não dá brechas para dúvidas sobre o que sente

Você sabe como se organizar emocionalmente e sente que o fim de semana será um bom momento de divertimento, leveza e crescimento ao lado dele. Você se sente mais bonita não porque ele fica se exibindo, mas porque ele adora exaltar com honestidade o quanto é importante você na vida dele. Ele não dá brechas para dúvidas e está sempre por perto nos dias difíceis.

Presença: compromissos solitários vêm sempre em primeiro lugar

O cafajeste é especialista em estar em vinte lugares ao mesmo tempo e em nenhum. Ele quer engolir o mundo de uma vez só e por isso o namoro ou o casamento são torturas sem fim na opinião dele. Quando pensa em ficar com alguém, ele fala que vai se ‘amarrar’ numa mulher. A metáfora não é nada feliz. Os compromissos solitários vêm sempre em primeiro lugar e os seus são obras do acaso. As datas significativas são ótimas para identificar o cafajeste, pois raramente ele será visto no seu aniversário em família, no Natal, ano-novo etc. Qualquer coisa que se pareça com estar ‘entrando na sua vida’ é sinal de perigo, ele cai fora.

Homem de verdade trabalha para que a relação se solidifique

Homens de verdade, quando encontram o lugar seguro de seus corações, desfazem as malas, armam a barraca, desaceleram na agenda e olham nos seus olhos sem fugir na hora em que você finalmente revela: ‘eu te amo’. Ele guarda as armas e para a caça – a única coisa que realmente interessa agora é o que fazer para a vida andar em paralelo com a sua. Ele pensa no futuro e age no presente para que esse horizonte se solidifique. Não há hesitação ou decisões afobadas quando você está ao lado dele.

Generosidade: cafajeste é um ‘buraco negro psicológico’

Os cafajestes são meninos emocionais, não sabem que existem vidas reais para além dos seus umbigos gulosos. Ele é um buraco negro psicológico, rouba a luz de quem está por perto e nem se constrange se você foi afetada negativamente por uma atitude dele. O que importa é o que ele quer e mais nada. Um pedido de desculpas é raro e pequenas gentilezas só acontecem até a hora em que ele transa com você. Depois que goza, o esforço em fazer você gozar é só para reafirmar o ego megalomaníaco de um menino que deseja aparecer bem na foto, mas nunca acompanhado.

Homem de verdade faz a mulher ao seu lado brilhar

O homem de verdade tem um tipo de vida psicologicamente rica de maneira que não fica brigando pelo melhor pedaço de vida, não faz questão de sentar no lugar privilegiado da mesa e não domina a conversa para contar vantagens. Ele pode fazer a mulher que tem ao seu lado brilhar e alegrar o ambiente sem se sentir obscurecido ou diminuído. Ele estende o tapete para os demais porque sobre pano em seu coração expansivo. Não tem medo de ceder espaço na agenda e na vida porque é tão vivido e criativo que tem lugar para entrar numa relação e continuar sendo feliz.

Consistência: cafajestes não conseguem alinhar o que falam, pensam e sentem

Os cafajestes não conseguem alinhar o que falam, pensam, sentem e fazem. Por isso, eles se aproveitam desse tipo de variabilidade para falar coisas que não condizem com suas atitudes. Se ele diz que gosta de você, mas não demonstra, desconfie. Se ele diz que tem planos com você e não tem um passo a passo, é só enrolação. Se ele diz que pensa em você o tempo todo, mas não liga, não manda e-mail, não aparece na sua casa e não dá sinal de fumaça, é só um delírio dele. Não fique com um maluco.

Homem de verdade assume seus medos e enfrenta os desafios

Homem de verdade, apesar de entender que nem sempre somos previsíveis e lineares, consegue sustentar uma coerência em sua incoerência. Assume seus medos, enfrenta os desafios e vai avançando na escalada do relacionamento conforme o curso natural de uma vida a dois. Ele fala o que pensa, age conforme promete, e o que sente por você fica explícito na sua cara. Dica de ouro para aquelas que duvidam que existam homens de verdade: eles só são encontrados por mulheres de verdade, que não gastam seu tempo com cafajestes.

Diferença do canalha para o tipo cafajeste e romântico

Qual a diferença do tipo cafajeste para o tipo canalha e o romântico? O canalha é aquele que já sabe de antemão que nada vai acontecer, mas gosta de pular de galho em galho dizendo que tudo vai mudar. O romântico até acredita que aquela pessoa possa ser o amor da sua vida, mas depois percebe que foi um sentimento de uma noite só e, então, fica levando a garota em ‘banho-maria’ mesmo negando para si mesmo que nada quer nada. Ambos precisam acreditar momentaneamente no que dizem mesmo que sua mente seja uma roleta-russa que muda de opinião toda hora.

Demore tempo suficiente para saber se o cara é sério ou cafajeste

É importante você entender com que tipo de pessoa está se envolvendo para diferenciar um homem de verdade, que quer algo mais sério, de um cafajeste ou um que age como tal. Há um ditado que diz que você não conhece uma pessoa até comer um saco de sal com ela. Na prática, quer dizer que deve demorar tempo suficiente para saber se o cara está levando a vida a sério ou na brincadeira. Não há problema se a pessoa viver uma vida de solteira desde que não arraste alguém para uma ilusão sem fim.